Quinta, 03 Março 2016 21:06

Férias ilimitadas: inovando em recursos humanos

  • Print
  • Email
vacaciones-ilimitadas

Os Grandes Empregadores entendem a importância de criar atmosferas de bem-estar para os seus colaboradores, que a longo prazo se traduz em maior produtividade.
No ano passado saiu nas notícias que a marca Virgin Mobile havia decidido oferecer férias ilimitadas aos seus empregados, um argumento que vem aplicando uma das empresas de telecomunicações mais importantes na atualidade liderada pelo exitoso empresário Richard Branson. A primeira vista poderia parecer uma ideia sem pé nem cabeça a ideia, afinal quem se arriscaria a realizar a tal proeza colocando em jogo a produtividade da sua empresa? Mas não há porque se preocupar, como um Grande Empregador, Richard Branson estava pensando estrategicamente, e assim ressaltar a importância de gerenciar corretamente os processos de Talento Humano no interior da sua companhia.

A ideia não se originou desse personagem brilhante, mas quando chegou nele lhe pareceu inovadora e suficientemente boa para colocá-la em prática. Esse modelo surgiu na Netflix, uma companhia dedicada a publicar vídeos streaming aos seus usuários por meio de uma inscrição mensal. Quando Richard Branson soube dos excelentes resultados que teve a Netflix na sua produtividade, aumentando em dobro os seus níveis e convertendo-se em líder do setor, não hesitou nem um segundo em que também deveria colocá-la em prática. Obviamente, ele se informou antes sobre a forma correta de como deveria ser implementada.

O principal é que os empregados da Virgin Mobile podem iniciar o seu período de férias quando desejarem, escolher quanto tempo tomarão de descanso e não é necessário informá-lo, e o que muitos desejariam: é obrigatório se desconectar totalmente do trabalho durante as férias, não se pode ler e-mails nem ter interrupções radicais no seu descanso. Tudo se baseia no compromisso de confiança entre a empresa e o colaborador, por isso se uma pessoa deseja tirar férias ela deve estar segura que a sua equipe está ciente de cada projeto e que a sua ausência não poderá afetar de nenhuma forma o negócio ou os trabalhos. A premissa é simples: as empresas devem se focar no que as pessoas fazem e não na quantidade de tempo trabalhado.

Apesar dessa iniciativa ter sido implementada apenas nas matrizes do Reino Unido e Estados Unidos, procura-se que as outras filiais também se animem a reproduzi-la. É importante gerar o bem-estar nos colaboradores das companhias, a satisfação laboral pode gerar uma grande contribuição dos empregados às empresas. O aumento da produtividade nessas duas organizações é a evidência da importância de cuidar e desenvolver o Talento Humano dos colaboradores mediante excelentes práticas de Gestão de Pessoas que gerem um alto impacto no clima e na cultura das organizações.

Autor: Psigma Corp.
Read 793 times Last modified on Quinta, 30 Junho 2016 16:25

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.