Terça, 05 Julho 2016 20:01

Salário emocional VS Salário monetário

  • Print
  • Email
salario emocional

O que pode ser mais importante para os seus colaboradores que uma boa retribuição econômica?

Os tempos mudam e esse princípio se aplica para todos os aspectos da vida. Essa vez nos enfocaremos na retribuição que recebemos ao realizar nossos trabalhos, mas qual é a melhor forma de receber tal retribuição: em dinheiro ou em benefícios? Conheça aqui os prós e os contras do salário emocional em relação com o salário monetário.

Salário Emocional:
  • Oportunidades de desenvolvimento.
  • Equilíbrio vida – trabalho.
  • Bem-estar psicológico.
  • Flexibilidade de tempo.
  • Lugares de trabalho mais cômodos.
  • Outros benefícios monetários.
  • Excelente ambiente laboral.
  • Reconhecimento do trabalho.
  • Não é constante.
  • Não é fácil de demonstrar.
Salário Monetário:
  • É constante.
  • Permite projetar-se.
  • Oferece segurança no trabalho.
  • Incremento do poder aquisitivo.
  • Acesso à créditos bancários.
  • Benefícios monetários como férias, décimo terceiro, fundo de garantia e os seus rendimentos.
  • Afiliação a planos de saúde e aposentadoria.
  • Pode se programar e poupar.
  • Férias remuneradas.
  • Aumentos salariais periódicos.
Na verdade, não é recomendado escolher entre um e outro tipo de salário, pelo contrário, a chave é manter um equilíbrio perfeito ao integrar os dois modelos, buscando por meio dos Recursos Humanos o melhor bem-estar para os empregados que permitam criar um clima e uma cultura organizacional que multiplique a produtividade da companhia.
Read 218 times Last modified on Segunda, 11 Julho 2016 21:15

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.